masterpolymers Nenhum comentário

Micromoldagem por injeção – Grilamid TR

Os aparelhos auditivos modernos da Sonova são pequenos e discretos, mas esses ajudantes na vida cotidiana contêm uma riqueza em tecnologia e inovação complexas. Assim como os materiais EMS, com os quais os estojos de proteção e capas dos aparelhos auditivos são feitos.
Os requisitos desses estojos e capas são variados: Conforto elevado, baixo peso, perfeita qualidade superficial e boa tolerância da pele estão entre as propriedades que devem ser cumpridas pelo material correspondente. Além disso, o material deve ser extremamente resistente às influências mecânicas e químicas e, finalmente, os estojos de proteção extrafinos fornecem proteção para a eletrônica altamente desenvolvida e dispendiosa dentro do aparelho auditivo durante toda a vida útil do dispositivo.
Por esta razão, a empresa suíça especializada em aparelhos auditivos confia em Grilamid TR. O polímero amorfo oferece alta resistência química à transpiração, cosméticos e agentes de limpeza, assim como tenacidade e resistência ao impacto necessárias. Somente com essa combinação de propriedades, os componentes do estojo de proteção em filigrana podem cumprir sua função protetora para os sensíveis componentes eletrônicos de alta potência.

Dificuldade no processamento

Produzir peças muito pequenas utilizando métodos de moldagem por injeção exige um alto grau de precisão. Material, máquinas injetoras e molde devem ser orientados para o alvo. Fabricantes de máquinas injetoras reagem a estes requisitos com uma redução do diâmetro da rosca; a estabilidade mecânica da rosca é garantida por um passo ligeiramente menor na zona de alimentação. Problemas são muitas vezes causados, neste caso, caso os materiais poliméricos em tamanhos convencionais de grânulos sejam utilizados. A dosagem variável e um processamento não-homogêneo da massa fundida ocorre, resultando em estojos e capas de aparelhos auditivos não sendo produzidos a níveis consistentes de alta qualidade.

Menos é mais

Durante a fase de desenvolvimento, os engenheiros de aplicação na EMS-GRIVORY realizaram inúmeros testes de processamento e otimizaram o Grilamid TR em relação à sua processabilidade. O foco foi no processo de plastificação, na unidade de microinjeção e, ao mesmo tempo, o tamanho do grânulo foi também diminuído. O material pode ser agora introduzido sem problemas e transformado em uma fusão reproduzível, termicamente muito homogênea.

Solução especial única

Com base nessas descobertas, a EMS-GRIVORY converteu, correspondentemente, uma linha de produção, produzindo os microgrânulos para a Sonova nesta linha especial. Os grânulos menores de Grilamid TR são também interessantes para outras áreas de aplicação, já que o campo de micromoldagem por injeção está crescendo como nunca. Miniaturização de componentes é um fator contínuo, em particular na tecnologia médica, biotecnologia e eletro-tecnologia. Graças à sua estrutura amorfa, pequenos componentes feitos em Grilamid TR são caracterizados por tolerâncias muito precisas devido ao baixo encolhimento de processamento e muito baixo empenamento. Em contraste com a maioria dos materiais amorfos, Grilamid TR possui excelente dutilidade.

Com a criação da solução de microgrânulos, a EMS-Grivory sublinha sua excelente reputação como um competente e inovador parceiro de desenvolvimento.

Graças ao Grilamid TR como “microgrânulos”, Sonova pode fabricar capas e estojos de aparelhos auditivos em filigrana, a níveis consistentes de alta qualidade.

Pequenos, embora impressionantes – Estojos e capas dos aparelhos auditivos da Sonova feitos em Grilamid TR.

Imagens/Copyright: EMS-CHEMIE AG.
Para ler a notícia na íntegra, acesse: http://www.emsgrivory.com/en/about-ems-grivory/about-ems-grivory/news/ems-grivory/detail-view-of-ems-grivory-news/article/small-but-impressive/.